Questão de Ordem por Michel Sonda

Os bastidores da política nacional, estadual e municipal - sem medo da verdade. Contato: sonda.michel@gmail.com.

Editoria
Questão de Ordem

Articulistas: Questão de Ordem por Michel Sonda

Questão de Ordem #7

Mais uma invasão no gabinete - Na última terça-feira (15/08), cerca de 40 mulheres, ligadas à causa animal, invadiram o gabinete do prefeito Daniel Guerra (PRB) e solicitaram uma audiência com o chefe do Executivo. Conforme as manifestantes, desde o início do ano, estão tentando agendar um horário para falar sobre a situação caótica que este segmento enfrenta na cidade, principalmente no que tange às castrações que foram suspensas desde janeiro.

Antes do acesso ao gabinete, contudo, a manifestação ocorreu na Câmara de Vereadores, onde as protetoras independentes Tatiana Furlan e Paula Terres ocuparam a tribuna, após um acorde de lideranças que possibilitou o uso da palavra. 

Como adiantamos, praticamente em todas as colunas, parece que a população está perdendo a paciência com a falta de diálogo e as ações desastrosas desta administração, ao ponto de que, toda a semana, uma entidade ou cidadão descontentes com o atual governo, invadam o gabinete e tentem, sem sucesso, serem recebidos por aquele que, durante toda a campanha eleitoral, prometeu dialogar e ouvir a comunidade, o que jamais ocorreu nestes quase oito meses de governo.

Em tempo: Tatiana Furlan, uma das manifestantes, chegou a gravar um depoimento na campanha eleitoral em apoio ao então candidato Daniel Guerra, e no início da gestão, foi nomeada como Cargo em Comissão (CC) da Prefeitura de Caxias do Sul. O cordão dos arrependidos só aumenta...

 

Audiência sobre Policiamento Comunitário lota a Câmara de Vereadores - As comissões de Direitos Humanos, Cidadania e Segurança, e a Temporária de Enfrentamento da Violência da Câmara de Vereadores promoveram, na última quarta-feira (16/08), uma audiência pública para tratar sobre o policiamento comunitário, que segundo informações, corria o sério risco de acabar em Caxias do Sul, diante do fato de que a Prefeitura estaria disposta a rever o convênio com o Governo do Estado, conforme entrevistas do secretário municipal de segurança pública e proteção social, José Francisco Malmann. Na oportunidade, líderes de bairros, representantes de entidades e população em geral manifestaram-se, de forma unânime, em favor da continuação do Policiamento Comunitário na cidade, até por se tratar de um projeto piloto, implementado pelo governo estadual em 2012 e ter sido uma promessa de campanha do atual prefeito.

Na ocasião, o secretário municipal de segurança utilizou a palavra por cerca de 20 minutos, e não disse absolutamente nada com nada. Afirmou, inclusive, que poderia ter ficado em sua zona de conforto e não ter assumido este cargo, afinal, ele reside em Porto Alegre e é delegado aposentado da Polícia Federal (!).

Durante a audiência, várias pessoas ocuparam a tribuna e não pouparam críticas à atual administração pela forma amadora como vem conduzindo as ações de governo, optando, sempre, pelo enfrentamento, a judicialização e a falta de diálogo. Ao término, ficou acertado que uma nova reunião entre o munícipio e o Governo do Estado será agendada, a fim de pontuar algumas cláusulas para a renovação do convênio e a garantia, por parte da prefeitura, em manter o Policiamento Comunitário na cidade.

 

UAB X Prefeitura - A relação entre a União das Associações de Bairros e a prefeitura de Caxias do Sul parece ter azedado de vez. Tudo por conta da atitude do prefeito Daniel Guerra (PRB) em pedir de volta a sede da entidade, localizada na antiga Vinícola Antunes, bem como de diversos centros comunitários espalhados pela cidade que estariam em áreas do município. A prefeitura alega que nestes imóveis serão implementadas novas UBSs, escolas infantis e demais órgãos de governo, diminuindo, assim, o alto custo de aluguéis que a administração precisa arcar mensalmente.

Infelizmente, esquece-se o prefeito, que a sede da UAB se encontra em uma área doada pelo Governo Federal, o qual, em documento assinado no ano de 1989, prevê que a entidade desenvolva suas atividades pelo prazo de 99 anos, e até o presente momento, faltariam, ainda, mais 72 anos para o término de vigência da referida cedência. Talvez esteja faltando ao prefeito Daniel Guerra (PRB) um pouco mais de informações, para não dizer inteligência, sobre as prerrogativas de atuação do Poder Público Municipal. Afinal, não é pelo fato de que ele se intitule o rei da cidade e que queira mandar e desmandar em todo mundo, que ele possa infringir legislações e acordos realizados nas outras esferas de poder. Seria importante lembrá-lo que ele ainda é, apenas, o prefeito da cidade e não o presidente da República, por mais que ele tenha uma grande semelhança com um antigo ocupante do Palácio do Planalto.

 

A janela do vice-prefeito - Se, futuramente, você, caro leitor, recuperar esta matéria sobre a janela da sala do vice-prefeito, Ricardo Fabris de Abreu (PSD), lembre-se do seu tempo de criança quando você era o dono da bola e não deixavam você brincar, o que acontecia? Geralmente, pegava-se a bola, ia-se para casa e a brincadeira terminava. É exatamente assim que podemos definir a atitude do prefeito Daniel Guerra (PRB) ao ordenar que a única janela do gabinete do vice-prefeito fosse obstruída ao colocar um quadro das importantes obras da administração, que cabe salientar, nenhuma realizada por ele, mas sim, pelos governos passados que ele tanto critica.

Tal atitude é de tamanha infantilidade que parece estarmos lidando com uma situação corriqueira, típica de uma escola infantil e não com o gabinete do vice-prefeito da segunda maior cidade do Estado do Rio Grande do Sul.

Em tempo: Certamente, o vice-prefeito tomará as medidas necessárias para que tamanha arbitrariedade seja revista, afinal, por ser uma pessoa séria e comprometida com a causa pública, jamais mencionou estar disposto a entrar na "brincadeira" de administrar a cidade como o atual mandatário vem fazendo.

 

Caravana Lula em pleno vapor - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva iniciou nesta quinta-feira (17/08), em Salvador (BA), uma caravana de 20 dias por 25 cidades e nove Estados do Nordeste. Apelidada de "Lula pelo Brasil", a maratona para reforçar a popularidade do petista começou na capital baiana e será encerrada em São Luís (MA)

Nesse período, o ex-presidente participará de uma variedade de eventos, desde atos em defesa de políticas públicas da era petista até uma cerimônia de colação de grau, passando por cafés da manhã com prefeitos e políticos locais e reuniões com sindicatos e movimentos sociais da região. O trajeto de cerca de 4 mil quilômetros por Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão será majoritariamente feito de ônibus, mas também de avião e de barco. Na estrada, Lula terá a companhia fixa apenas de Marcio Macedo, vice-presidente nacional do PT e organizador da caravana.

Os eventos contam ainda com a participação pontual da presidente da legenda, Gleisi Hoffman, e de parlamentares da região, como o senador José Pimentel (CE). Lula ainda deve se encontrar com os governadores petistas Rui Costa (BA), Camilo Santana (CE) e Wellington Dias (PI), bem como o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

A agenda completa, no entanto, ainda está sendo confirmada à medida em que a caravana vai se deslocando. Esta é a primeira fase do projeto, que prevê também outra caravana no interior de São Paulo, no Sul, Sudeste e no Norte. Os principais eventos vão ser transmitidos ao vivo pelo site oficial do PT e pelas páginas do partido nas redes sociais.

Talvez este seja o seu último giro pelo Brasil, antes de ser preso pelos crimes de corrupção praticados no âmbito da Operação Lava Jato, já sentenciada pelo juiz Sérgio Moro.

 

Diretas:

* Deputado federal Mauro Pereira (PMDB) foi eleito um dos melhores parlamentares do Brasil, pelo site www.políticos.org, pela sua assiduidade, trabalho e ficha limpa;

* Pessoas ligadas aos partidos de esquerda descobriram que atirar ovos em quem pensa diferente pode render alguns segundos de fama. Eita, povinho medíocre!

* A cada dia, aumenta o cordão dos insatisfeitos com o "novo projeto de cidade". Muitos daqueles que brigavam nas redes sociais para defender o então candidato Daniel Guerra, hoje estão postando manifestações contra o prefeito e pedindo desculpas aos seus amigos e seguidores. Sempre é tempo de reparar e admitir o erro. Parabéns pela coragem!

* Falando em redes sociais, têm muita gente por aí tendo que se acertar com a justiça, pagando indenizações pelas calúnias e difamações proferidas contra o ex-prefeito Alceu Barbosa Velho (PDT). Os "machões e machonas" do Facebook estão se tornando verdadeiros cordeirinhos na hora de propor um acordo.

* Governador José Ivo Sartori (PMDB) já está articulando com os demais partidos para sua reeleição ao Governo do Estado em 2018;

* O ex-candidato à prefeitura de Caxias do Sul e presidente da GramadoTur, Edson Néspolo (PDT) está em enlace total com a comunidade de Gramado. Seu trabalho, competência e dedicação vêm produzido resultados magníficos no turismo da cidade;

* Vereador Adriano Bressan (PMDB) tomou posse na Câmara de Vereadores na última terça-feira (15/08) e já apresentou dois projetos de lei em uma semana. Nada como um "sangue novo" para agitar os ânimos do Legislativo Caxiense;

* Presidente da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul, vereador Felipe Gremelmaier (PMDB) está se recuperando muito bem do procedimento cirúrgico que realizou no início desta semana.

* Vereador Rodrigo Beltrão (PT) tem tido uma atuação de destaque na Câmara Municipal. Acredito que nos quadros atuais do partido, a única esperança de voltar a administrar a cidade, passa, obrigatoriamente, pela sua eventual candidatura à prefeitura de Caxias do Sul, em 2020;

* Estranhamente, só o prefeito Daniel Guerra (PRB) não consegue audiência com o governador José Ivo Sartori (PMDB). Os demais, todos conseguem. Fazer política com ódio e rancor dá nisso, caro gestor.

* Temendo manifestações contra o seu governo, o prefeito Daniel Guerra (PRB) mandou fechar o estacionamento da prefeitura na última terça-feira (15/08). Estaríamos diante de um "novo aprendiz" de ditador? Daniel Maduro ou Nicolás Guerra?

comentários

    Seja o primeiro a comentar!

notícias relacionadas

15/04/2018 De Cor & Salto Alto Negligência social e ambiental como insight criativo
A marca de vestuário gaúcha Doralice, dos empresários Eduardo Bavaresco e Eluíza Thomas, conectada…
02/04/2018 Pense Leve Eu estou sempre com fome!
Você se identificou com esse título? E também é aquela pessoa que costuma…
02/04/2018 De Cor & Salto Alto Preview do Inverno 2018 do shopping Golden Center
O Golden Center Shopping Atacadista, um dos maiores shoppings de atacado da região sul do Brasil, localizado…
02/04/2018 Eventos Imersão enogastronômica pelo Novo Mundo
Nesta sexta-feira, dia 6 de abril, a partir das 20h, a Boccati realiza mais um de seus Circuitos Enogastronômicos,…